Dinho Morelli recomenda implantação de lâmpadas espiãs para monitoramento de espaços públicos

De acordo com o vereador tecnologia é de baixo custo para o município e possibilita monitorar locais via internet, por meio de aplicativo

Publicado em: 18 de junho de 2018

O vereador Dinho Morelli (PPS), líder de governo na Câmara Municipal de Charqueada, sugeriu durante a 14ª Sessão Ordinária, realizada na terça-feira (12), a implantação de lâmpadas espiãs para monitoramento de espaços públicos em Charqueada. Muitos parlamentares vêm cobrando há tempos a instalação de um sistema de vigilância na cidade como mais um instrumento para fortalecer a segurança local.

 

Fazendo uso da palavra na tribuna livre Dinho relembrou viagens realizadas à Brasília, capital federal, onde pleiteou um sistema de monitoramento para o município junto ao gabinete da senadora Marta Suplicy (PMDB). “Em Brasília as três vezes em que eu estive (junto de demais vereadores) fomos atendidos pelo assessor da Marta Suplicy, o Wilson. Eu liguei para ele para perguntar sobre o sistema (de monitoramento) porque mandamos todo o projeto mostrando os portais da cidade, um mapa, e ele viu todos os pontos para que chegasse alguma coisa pra gente. Lá atrás ele deu uma esperança boa, mas hoje (terça-feira, 12) a conversa não foi tão agradável como as demais”, comentou. “Ele falou que vai ver se consegue alguma coisa, mas disse que está muito corrido e muito difícil porque não sabe se as verbas vão sair, disse que estão de mãos atadas”, acrescentou.

 

Diante disso o vereador sugeriu a aquisição de lâmpadas espiãs. “Eu tenho na minha casa; daqui do meu celular agora eu vejo a minha casa. Eu acho que com algumas lâmpadas dessas em praça pública, em locais públicos, dá para monitorar (o município); é via internet e custa de R$ 140 a R$ 150 cada. A lâmpada carrega um cartão de memória e vai atualizando diariamente sozinha, além disso dá para rever gravações conforme data e hora especificadas. Então eu acho que é possível fazer um pequeno investimento no município, pelo menos (para inibir) os vândalos, o quebra-quebra que acontece no Lago, na Praça do Recreio”, explicou o parlamentar sobre o funcionamento da tecnologia. “É um investimento de baixo custo e que vai trazer bons resultados para o município. Vou passar isso para o Executivo e tenho certeza que será iniciado”, acrescentou.


Publicado por: Alinne Schmidt

Cadastre-se e receba notícias em seu email