Rogério Batista relata resultado do Ideb e parabeniza secretária de Educação, professores e alunos pelo bom desempenho

Charqueada superou a meta projetada na última apuração do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, ação do Governo Federal que avalia a qualidade do ensino nas escolas públicas

Publicado em: 13 de setembro de 2018

Ao ocupar a tribuna livre durante a 23ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal, o vereador Rogério Batista (PPS) – Professor Rogerinho relatou os resultados de Charqueada no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) e parabenizou a secretária municipal de Educação, Cláudia Zanatta, os professores e alunos pelo desempenho constatado acima da meta.

 

O Ideb trata-se de um indicador criado pelo Governo Federal para avaliar a qualidade do ensino nas escolas públicas; é realizado a cada 2 anos e reúne os resultados de dois conceitos igualmente importantes para a qualidade da educação: o fluxo escolar e as médias de desempenho nas avaliações. “Só para se ter uma ideia, em 2005, Charqueada estava com 4.8 no Ideb, média baixa; em 2007 5.5, em 2009 5.6, em 2011 5.8, em 2013 6.2, em 2015 6.5 e em 2017, na nossa gestão, 6.7, a meta era 6.3, e nós ultrapassamos. Da nossa região, como São Pedro e Ipeúna, Charqueada conquistou o melhor índice de educação”, comentou Rogerinho.

 

“Parabéns à Cláudia e a todos os professores, diretores, todo o pessoal da gestão, mas principalmente aos professores que estão envolvidos no dia a dia dos alunos. Parabéns também aos nossos alunos. A próxima avaliação agora acontece em 2019”, destacou o vereador.

 

MAIS RECONHECIMENTO - O desempenho de Charqueada no Ideb também foi elogiado por demais parlamentares da Casa recentemente; Vinícius Roccia (SD) e Dinho Morelli (PPS) ressaltaram sobre o assunto na 22ª Sessão Ordinária; Fernando Ciaramello (PSDB) e Wilson Tietz (PPS), ainda na 23ª Ordinária, também reconheceram e saudaram o trabalho desenvolvido pelos professores e pela secretária de Educação; Tietz ainda ressaltou sobre o investimento da atual gestão na área, que está acima do que a lei estipula. O percentual previsto para a Educação é, no mínimo, de 25% da receita de um município; Charqueada, entretanto, investiu 32%.


Publicado por: Alinne Schmidt

Cadastre-se e receba notícias em seu email