Vinícius Roccia almeja implantação de loteamento popular no município

Vereador encaminhou requerimento ao prefeito municipal solicitando estudo para a viabilidade da proposta; intuito é que a referida ação cesse as invasões às áreas verdes e o déficit habitacional em Charqueada

Publicado em: 14 de março de 2019

O vereador Vinícius Roccia (SD) encaminhou ao prefeito municipal, Romeu Verdi (PSDB), requerimento em que pede estudo para a implantação de um loteamento popular no município de Charqueada. A propositura, de nº 10/19, deu entrada na 5ª Sessão Ordinária do Legislativo, que aconteceu na quarta-feira (12).

 

De acordo com Roccia o objetivo da proposta é cessar as invasões às áreas verdes na cidade, acabar com o déficit habitacional e, consequentemente, proporcionar um local apropriado à população de baixa renda para construção de moradias. “90% do pessoal que invade áreas verdes não tem condições de comprar o seu lote, mas sim de construir. Se nós tivermos um loteamento popular no município, essas invasões que ocorrem acredito que cessariam. Qual seria o maior trabalho do município nessa questão? Cadastrar a população. Nós sabemos que existe um déficit de casas em Charqueada; passa de 200 e nós vamos construir apenas 40 no bairro do Paraisolândia. Então ainda teremos um déficit em torno de 160; pessoas que vivem de aluguel ou acabam partindo para esse outro lado (de invasões)”, destacou o parlamentar na tribuna livre, durante a 5ª Sessão Ordinária.

 

No requerimento encaminhado ao Executivo, Vinícius Roccia relatou que a implantação de políticas habitacionais eficientes também deve ser preocupação da Administração Municipal. “Para tanto, considerar a implantação de um loteamento popular devidamente legalizado e planejado, com as respectivas doações de terrenos e regularização da documentação, seria uma saída eficaz para minimizar o problema apresentado”, frisou.

 

O vereador, então, questionou o prefeito municipal quanto a viabilidade da proposta, e, em caso positivo, pediu para que informe à Câmara como seria desenvolvida e implementada tal política.


Publicado por: Alinne Schmidt

Cadastre-se e receba notícias em seu email