Como forma de homenagem, vereadores aprovam moção de pesar pelo falecimento do policial militar Renato Martins

Propositura é de autoria de Jaime Fava (PSD); assinaram também a moção Vinícius Roccia (SD), Romero Rocca (PSDB), Robson Obrownick (Podemos) – o Robinho, Roberto Turmeiro (PSB) e Naldo Davanzo (PTB).

Publicado em: 29 de março de 2019

Proposta pelo vereador Jaime Fava (PSD), a moção de pesar nº 11/19, pelo falecimento do soldado da polícia militar Renato Chaves de Almeida Martins, aos 32 anos, foi aprovada pelo plenário da Câmara Municipal nesta terça-feira (26), durante a 6ª Sessão Ordinária. Assinaram também a moção os vereadores Vinícius Roccia (SD), Romero Rocca (PSDB), Robson Obrownick (Podemos) – o Robinho, Roberto Turmeiro (PSB) e Naldo Davanzo (PTB).

 

A iniciativa do parlamentar, que usou a tribuna livre para comentar o acontecimento que motivou a propositura, foi uma forma singela de homenagem à pessoa e aos exemplares serviços prestados no Batalhão de Charqueada. “Temos muitos colegas, amigos, mas quem nos chama de irmãos são poucos. E o soldado Renato foi uma perda não só para mim, mas para o município; perda para a corporação. Era uma pessoa ímpar; quem o conhecia sabe”, disse Fava emocionado. “Fiquei muito sentido (com a notícia), caiu o meu chão porque na sexta-feira (22), às 11h da noite, eu estava com ele ao telefone, e às 4h da manhã ele teve o infarto. E o que estávamos tratando eram coisas para o município”, acrescentou.

 

O vereador também ressaltou sobre a importância de valorizar aqueles que, diariamente, trabalham em favor da segurança pública. “Muitas vezes não damos valores (a esses profissionais); no caso do Renato o motivo foi morte natural, não foi em função do exercício de sua profissão, mas muitas vezes não damos valores a essas pessoas, sejam Guardas Municipais, Civis, Militares. O que seria de nós sem eles? Daria para andar na rua? O Estado do Espírito Santo ficou um tempo sem militares e vejam o caos que foi”, destacou.

 

Na moção de pesar Jaime Fava destaca o respeito e a admiração pelo soldado e manifesta condolências à família, aos colegas de farda e aos amigos. “Essa moção é só uma forma de homenagem”, reiterou.


Publicado por: Alinne Schmidt

Cadastre-se e receba notícias em seu email