Mananciais de Charqueada/São Pedro entrega projetos das propriedades contempladas pela iniciativa

Vereador Professor Rogerinho, que desde 2009 segue intermediando a ação no município, participou da ocasião; evento aconteceu no último dia 31, no Centro Comunitário de Charqueada

Publicado em: 06 de setembro de 2019

No último dia 31 (sábado), no Centro Comunitário de Charqueada, aconteceu a entrega de diagnóstico das propriedades contempladas pelo Projeto Mananciais Charqueada/São Pedro - lançado em maio de 2018 pela Agência das Bacias PCJ, conforme metodologia da Política de Mananciais dos Comitês PCJ. O vereador Rogério Batista (Cidadania) – Professor Rogerinho, que desde 2009 segue intermediando a iniciativa no município, esteve presente na ocasião.

 

O levantamento, intitulado Projeto Integral de Propriedade (PIP), trata-se de um “raio-x” ambiental desenvolvido para cada uma das 30 propriedades participantes, que fazem parte das microbacias do Córrego Boa Vista, em Charqueada (SP), e do Córrego Água Branca, no município de São Pedro (SP). O Projeto em pauta visa à recuperação, conservação e proteção destes mananciais.

 

Professor Rogerinho destaca que o sucesso de toda esta empreitada irá interferir diretamente na qualidade de vida da população charqueadense, “já que as águas provenientes das duas bacias hidrográficas envolvidas são responsáveis por praticamente 100% do abastecimento hídrico da cidade”.

 

500 mil árvores serão plantadas - Dentre as intervenções propostas nos PIPs, está a restauração ecológica de aproximadamente 222 hectares, (equivalente a 222 campos de futebol) que envolvem a recomposição de Áreas de Preservação Permanente (APPs), Nascentes e Reserva Legal. Para isso, serão plantadas aproximadamente 500 mil árvores nos dois municípios envolvidos.

 

O diagnóstico realizado pela Companhia de Desenvolvimento Agrícola de São Paulo (Codasp), contratada pela Agência das Bacias PCJ, mapeou uma área de 2.174,92 hectares. Foram feitas coletas de dados e informações para caracterização in loco da situação ambiental das propriedades envolvidas.

 

A Assessoria Ambiental da Agência das Bacias PCJ foi responsável pelo gerenciamento e pelas análises técnicas dos produtos gerados pela contratada Codasp. A equipe também apoiou a Unidade Gestora do Projeto Mananciais Charqueada/São Pedro (UGP-Charqueada/São Pedro), que é o conselho responsável pelo acompanhamento do projeto.

 

Fazem parte da UGP a Prefeitura de Charqueada, as Câmaras Municipais de Charqueada e São Pedro, a Coordenadoria de Desenvolvimento Rural Sustentável (CDRS), a Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (Esalq), a Fundação Florestal e a Agência das Bacias PCJ.

 

Investimento - Para a fase de elaboração dos projetos foram aplicados R$ 374,4 mil; a iniciativa foi financiada com recursos oriundos da Cobrança PCJ Federal.

 

A próxima etapa, que terá início no próximo período de chuva, será o plantio das 500 mil árvores e o cercamento destas áreas. O trabalho de plantio será totalmente realizado pela SOS Mata Atlântica, por meio de parceria junto à Agência das Bacias PCJ.

 

Resultado - O PIP aponta o diagnóstico da situação de degradação ambiental específica de cada propriedade envolvida, bem como propõe intervenções para recuperação das mesmas, com particularidades voltadas à restauração ecológica. Dentre os aspectos de degradação levantados, destacam-se: necessidades de isolamento de fatores de degradação (cercamento), restauração da vegetação remanescente, bem como das APPs, aplicação de técnicas voltadas à conservação do solo, instalação de estruturas de saneamento na área rural, além de contenção de processos erosivos.

 


Publicado por: Alinne Schmidt

Cadastre-se e receba notícias em seu email